COMPORTAMENTO SEGURO

COMPORTAMENTO SEGURO

COMPORTAMENTO SEGURO

  

“Pesquisa conduzida pela Du Pont e outros sugere que 80 a 90 por cento dos acidentes de hoje são um resultado de atos inseguros, em vez de condições ambientais. Ainda muito poucas companhias alcançam consistentemente altos níveis de cumprimento dos procedimentos de segurança. ”  

                                                                                                                        Terry E. McSween, Ph. D

                                                                                                          Quality Safety Edge

JUSTIFICATIVA

    De um modo geral, as empresas investem muito tempo e dinheiro para melhorar o desempenho do seu Gerenciamento de Prevenção de Acidentes, tornando as atividades e tarefas cada vez mais seguras, através de proteção de máquinas e sistemas de gestão, os quais incluem a inspeção, estatísticas, treinamentos, procedimentos operacionais, etc.

    Estes esforços reduzem significativamente os acidentes no decorrer dos anos, porém especial atenção deve ser dada ao Comportamento do Ser Humano, pois a maioria dos acidentes tem sua causa, atribuída à falta de cuidado das pessoas ou atitudes precárias em relação à segurança.

    Visando atender esta necessidade, propomos o Programa de Desenvolvimento de Competências Humanas – “COMPORTAMENTO SEGURO”, o qual através do Método de Participação Interativa e Equipe de Trabalho Multidisciplinar, dará a oportunidade aos seus colaboradores de reelaborar hábitos e comportamentos, promovendo valores individuais e coletivos em harmonia com a cultura organizacional de Segurança no Trabalho.

OBJETIVOS GERAIS
    Desenvolver a percepção de riscos, aprimorando a capacidade de reconhecer e identificar os riscos e avaliar os perigos de uma atividade;

    Delinear os elementos fundamentais para o Comportamento Seguro.

FUNDAMENTAÇÃO

    O Programa de Desenvolvimento de Competências Humanas – Comportamento Seguro está fundamentado nos pressupostos teóricos da Psicologia Cognitivo Comportamental e tem como referência o modelo Behavior Based Safety (BBS) para a Gestão da Segurança Baseada no Comportamento.

                              

METODOLOGIA DE TRABALHO

    O curso será desenvolvido em 08 horas de trabalho e as instruções serão realizadas através de Apresentação Expositiva e Interatividade promovida por meio de Facilitação de Processos e Desenvolvimento.

Módulo 1: Via de informações.

PALESTRA

    • Apresentação e metodologia.

    • Panorama atual sobre o Acidente do Trabalho.

    (Anuário Estatístico da Previdência Social e Organização Internacional do Trabalho).

    • Definições, causas e consequências.

    • Componentes Comportamentais para a Prevenção ao Acidente do Trabalho:

    - Comprometimento e Responsabilidades – Empregador / Empregado;

    - Disciplina/método, Atenção/observação, Vigilância/disposição, Medo/coragem.

    • Conclusão.

Objetivos:Palestra/instrução - Através de didática, linguagem e entendimento acessível a todos os níveis culturais, apresentará exemplos e sugestões práticas para aplicação na rotina organizacional, propondo informar e sensibilizar sobre o tema.

              Recursos Necessários      Tempo                 Número de Participantes                     Metodologia
Sala de Aula,cadeiras e projetor. 90 minutos. 30 pessoas.             Apresentação Expositiva.

Módulo 2: Via de reflexões.

DEBATE

    • Apresentação e metodologia.

    • Apresentação de um vídeo-filme: Dissonância Cognitiva.

    • Discussão: - Porque algumas pessoas, mesmo sabendo que algo lhe trará prejuízos, ainda assim não o evita? - Qual a minha relação com a Prevenção Contra o Acidente do Trabalho?

    • Exercício Prático.

    • Conclusão.

Objetivos:Propõe desenvolver um ambiente fértil para catalisar experiências educativas, confrontar comportamentos, hábitos e valores que possibilitem uma avaliação e reelaboração de comportamentos individuais e coletivos, propiciando que nesse ambiente, tenham a possibilidade de trazer respostas não acabadas e contribuindo para que todos se façam autores das conclusões formuladas pelo grupo.

 

Recursos Necessários Tempo Numero de Participantes Metodologia
Sala de reunião, mesa redonda ou oval e projetor. 75 minutos. 10 pessoas.

Capacitação de capacidade e destrezas:

- O Instrutor propõe aos participantes diversas tarefas em forma de checklist, faz uma demonstração de como realizar uma tarefa em seguida os participantes a praticam.

- O exercício prático será a realização de simulações de conferências de permissões de trabalhos (PT) de diversas naturezas, ( de acordo com o ramo de atuação do grupo) bem como, a proposição de soluções  para os dilemas apontados.

Módulo 3: Via de experimentação.

ATIVIDADE PRÁTICA

    • Apresentação e metodologia.

    • Introdução e inter-relação com o tema.

    • Apresentação da técnica/método.

    • Capacitação prática.

    • Execução do trabalho.

    • Conclusão.

Objetivos:Facilitar a construção de uma melhor percepção do risco, através de uma experiência prática direcionada e possibilitar a habilidade de identificar, tratar e implementar de forma contínua e segura, as melhorias para o desenvolvimento das atividades da organização e de seus colaboradores.

 

Recursos Necessários Tempo Número de Participantes Metodologia

O Trabalho será realizado em campo e os equipamentos para tal serão providenciados pela contratada.

60 minutos. 10 pessoas.

Capacitação de Habilidades e Destrezas:

- O Instrutor faz uma demonstração de como realizar uma tarefa e depois os participantes a praticam.

- O exercício prático  será realizado de uma "Evolução em cordas - Rapel Negativo Controlado" e os participantes serão assessorados por uma equipe de apoio.