DESFIBRILADOR AUTOMÁTICO EXTERNO - DEA

DESFIBRILADOR AUTOMÁTICO EXTERNO - DEA

DESFIBRILADOR AUTOMÁTICO EXTERNO - DEA

JUSTIFICATIVA

    De acordo com as novas diretrizes da American Heart Association (AHA, 2010), a correta aplicação das etapas de reanimação cardiopulmonar (compressão torácica externa, abertura das vias aéreas e respiração artificial) e o controle das hemorragias de uma vítima, podem sustentar sua vida até que ela possa recuperar-se o suficiente para ser transportada para uma unidade hospitalar ou ainda, até que possa receber melhor tratamento, através de um serviço de socorro pré-hospitalar.

    O Desfibrilador Externo Automático (DEA) é um equipamento seguro, portátil e pode ser operado por qualquer pessoa que tenha treinamento, independentemente de formação, profissão ou área de atuação (uma vez que foi projetado para leigos previamente treinados) o que melhoraria drasticamente o atendimento e a reversão de mortes súbitas provocadas principalmente pela Fibrilação Ventricular (QUILICI et al., 2009).

OBJETIVO GERAL

    Proporcionar uma sistemática organizada para a Resposta Emergencial aos eventos de Reanimação Cardio-Respiratória (RCP) e os Atendimentos Cardiovasculares de Emergência (ACE), garantindo qualidade e confiabilidade no socorro.

METODOLOGIA

    O programa será desenvolvido em 8 horas/aulas e seu conteúdo será dividido em aulas teóricas e apresentações práticas. Os participantes receberão materiais didáticos em forma de roteiro descritivo, material de consulta e assistirão às demonstrações de condutas técnicas. O curso será realizado In Company.

RECURSOS NECESSÁRIOS:

    Sala de aula e meios auxiliares de ensino.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Apresentação:

    - A evolução dos cuidados emergenciais

    - Os objetivos dos cuidados emergenciais

    - A Cadeia de Sobrevivência

Aspectos legais do uso do Desfibrilador Automático Externo

    - Legislações, normas e diretrizes

    - Implicações legais

    - Padrões de assistência em APH

As Prioridades do Atendimento

    - A abordagem inicial

    - A avaliação

Atendimento Cardiovascular de Emergência - Reanimação Cardio-Respiratória

    - Conceitos e reconhecimento da parada cardio-respiratório

    - Técnicas para a reanimação cardio-respiratório e suas variações

    - Emergências cardio-respiratórias:

    - Parada cardio-respiratória em pacientes adultos

Técnicas para a Utilização do Desfibrilador Automático Externo

    - Definição de fibrilação cardíaca

    - Tipos de parada cardíaca detectadas por um DEA

    - Regras de segurança no uso do DEA

    - Interferência no uso do DEA

Atividades Práticas

    - Manobras de suporte básico de vida em conjunto com a aplicação do DEA